acompanhe

Previna-se.

01/10/2017

1 de Outubro, mês dedicado a tratar do assunto câncer de mama, 1 ano pós quimio e radioterapia, pra justamente me curar de um.
Pra celebrar, 1 dia pleno, dedicado a mim, ao meu bem-estar. Eu mereço! Tomei suco verde poção mágica e solzinho da manhã, fiz feira de orgânicos, vi gente feliz, gravei depoimento pra amiga mostrar na escola onde trabalha, fiz aula de dança com um bailarino da cia que mais amo no mundo. E que fica longe, lá em Tel Aviv, Israel. Um dia eu sonhei em ter essa experiência, e hoje me vi nela. Coisas boas acontecem.


Suei, sorri, chorei. E amei.

A vibração era tamanha que saindo fui caminhar no parque, pra agradecer à natureza, de perto. Seus ciclos, o quanto é poderosa. 
Eu ainda sou uma paciente oncológica, mas o câncer não sou eu. Nem dita onde posso chegar. A história que eu conto da vida pra mim, e de mim pra vida, é tão maior, mais cheia de detalhes... é de glórias. 
Você é mais do que o que te acontece, você é uma complexidade linda originada de uma infinidade de movimentos que te atravessam, e dos quais tem quase nenhum controle. Só resta entregar, e, assim, se integrar.
Tente não adoecer, previna-se do que te enfraquece. E dedique-se ao que te potencializa. 

Um mantra que conheci ontem, e que tocou profundo...

Vem surgindo um novo tempo,
Traz glórias do divino
Mais puros e atentos
Nos tornamos canais do infinito 

Mãe divina, eu quero ser
Um filho realizado
E é perante o seu poder
Que me entrego pra se libertado 

Como um rio que corre para o mar
Correntezas carregam o medo
Confiança para atravessar
A fronteira do eu derradeiro 

Não há desculpas para se escorar
Já foi dito, a hora é essa
O tempo é de se integrar
Abraçando o que ainda resta 

Estou morrendo para o passado
E nem anseio pelo o futuro
Minha coroa tem brilho dourado
Provo o néctar do amor maduro

("Recado à Mãe Divina" - Chandra Lacombe)