acompanhe

Pedra preciosa


Prevenir é fundamental, mas tem vezes que não dá. A vida é mesmo imprevisível e inexplicável e você, vivo, está sujeito. Viver é um risco, viver deixa marcas. Inevitavelmente. Traços no corpo e na alma, corrompida a pele. 


Só você sabe o que é ser você, a tristeza e a beleza de se ser, esse ser único. Cada vez mais você, sendo forjado por ela, essa coisa de vida, implacável. Que ultrapassa, arrasta, carrega, corrói, castra, corre, escorre, move. É sobre ser atravessado.

Parece trágico, mas é mágico. Você vai sendo cada vez mais você, seu contorno vai se dando, porém permeável. Tentar se preservar, se poupar, será pouco eficaz; tantas surpresas que a vida traz. Traça. Cada cicatriz é um traço, texto, não uma falha, não é lacuna. Sua assinatura. 
Escreve uma história bonita. A autoria é sua, o como organiza os conteúdos que te afetam (ah, os afetos), para contar ao mundo quem é você, hoje. Contudo saiba, dá trabalho, tem que revisar todo dia. Mas que viver dá trabalho você já sabia.
Vem pra ornamentar. Já é tão único e fica cada vez mais autêntico, por que singular. Desenhado a mão livre esse projeto, exclusivo. Anos e anos bordando a pele, enfeitando ela de memória, rebuscando, cravejando, uma jóia. Cada marca, cada cicatriz tem valor, é um tesouro incalculável. E é herança. 
Garimpe suas pedras preciosas, você está cheio delas.