acompanhe

A serviço.


Escrevi um livro por mim e por todos. Todos que vivemos a experiência de ter tido câncer, mas também aqueles que experienciaram outras situações tão complexas quanto (ou que ainda irão, visto que ninguém está imune às intempéries dessa coisa doida chamada vida). Sinto que para nos conectarmos verdadeiramente precisamos tratar de temas cruciais como vulnerabilidade e sofrimento, e para isso se tornar possível temos de nos expor, abrir, trocar, amparar, ter empatia, dar afeto. A gente faz um bem que é coletivo quando compartilha nossas vivências com entrega, verdade e amor, todo mundo cresce junto. Me coloquei a serviço disso, e escrever foi o meio que escolhi.

Eu escrevi não para falar de mim nem do câncer, mas o que ter vivido essa experiência despertou de reflexões aqui dentro, e como minha potência só se expandiu. E muito disso somente foi possível por conta das vidas e histórias que cruzaram meu caminho e passaram a me constituir, e a essas sou imensamente grata.

Quero que o livro possa chegar a quem se sentir tocado, e promover essa mesma sensibilização. Eu hoje fiquei muito contente ao doar um exemplar para a biblioteca municipal da minha cidade natal, que frequentei muito quando criança, para que ele possa circular pelas vidas das pessoas mais diversas, levando algum acalanto ou mesmo esperança a elas. Ouso sonhar que ele possa inspirá-las a pensar sobre o que pareça não fazer mais sentido, e acionar mudanças rumo a algo novo, possivelmente melhor.
Se uma chaminha dessa se acender ao menos em alguém, nada terá sido em vão. E eu me considerarei a escritora mais bem-sucedida e realizada.

Aos interessados em adquirir um exemplar, comprem pelo www.marinaarruda.com.br
O lucro destino ao Hospital de Amor, onde fiz o tratamento. ♡