acompanhe

16/11/2019

Educar é esclarecer.


Esse é meu afilhado Enzo, eu dei a ele meu livro quando lancei mas na expectativa de que um dia, quando mais velho, ele quem sabe fosse se interessar e ler para saber um pouco mais do que foi a experiência transformadora pela qual passei.Daí minha comadre, a mãe, me manda fotos que fez sem que ele percebesse, dele lendo de boas o livro sentado na sala. Imagina a alegria da madrinha aqui! 😍Não sei se o teor do livro é exatamente indicado para seres humaninhos tão xovens, mas ele o ter escolhido espontaneamente representa muito pra mim. Fico contente por ser o meu livro, em especial, mas ainda mais por que ele é um jovem curioso, atento, inteligente e engajado, que se interessa por questões gerais de várias ordens, questões humanas, o que devemos estimular. Desde a mais nova idade. Afinal, inteligência emocional é uma competência das mais imprescindíveis para se viver com alguma consciência e lucidez, e a desenvolvemos tão pouco. Tão fundamental para o trato com qualquer assunto, para lidarmos com situações delicadas sem que elas nos desestabilizem tanto, e é desde a infância que precisamos abordá-la. Mas erroneamente por vezes os poupamos, com a justificativa de que são muito novos para entender, o que em geral os subestima e releva nossa própria falta de maturidade.Educar é esclarecer, não tem assunto que deva ser tabu nem que a criança ou jovem não possa compreender, conforme o potencial de seu intelecto. Se ele não acessar parte do que está sendo posto podemos orientá-lo, ou fica aquela sementinha que um dia, regando, irá brotar, e ele terá um esclarecimento mais amplo.O Enzo curte vídeo-game, futebol, quer ser youtuber, e é também um carinha sensível, amoroso, compreensivo, atento. Somos multi-facetados, temos muitas competências e habilidades, e devemos estimulá-las todas. Não só as de ordem física e prática, mas também as subjetivas, que nos ajudam tanto quando o assunto é crescer, ser maduro, lidar com a complexidade concreta da vida.Que meu livro possa de alguma forma proporcionar um pouco disso ao meu afilhado, a mim e a quem mais vier a ler, isso me alegra. Ver ele em sua busca, genuína e tão humana, me alegra.(E o band-aid na testa 💘)